PROGRAMA
ORADORES
RECURSOS
CONTACTOS + INSCRIÇÕES

GRÁTIS

Será oferecido, aos participantes no congresso, a assinatura digital do Jornal de Noticias pelo período de um mês.

A pobreza vive de mão dada com o desemprego, a instabilidade laboral, a ausência de recursos financeiros, as dificuldades no acesso à educação e à saúde e a má qualidade da habitação. Durante a pandemia COVID-19 e durante os períodos de crise socioeconómica todos estes fatores se agravam, juntamente com o estigma, a vergonha, a discriminação e a exclusão associadas à pobreza.

De acordo com estimativas da Oxfam, com base em projeções do Banco Mundial e pesquisas anteriores conduzidas pelo Banco Mundial e pelo Centro para o Desenvolvimento Global sobre aumento de preços dos alimentos, mais de um quarto de bilhão de pessoas podem ser empurradas para a pobreza extrema em 2022. O impacto combinado do COVID-19, da desigualdade e dos aumentos dos preços dos alimentos pode resultar em mais 263 milhões de pessoas vivendo em extrema pobreza este ano, resultando em um total de 860 milhões de pessoas vivendo abaixo da linha de extrema pobreza de US$ 1,90 por dia. Este seria um aumento extraordinariamente prejudicial que reverte décadas de progresso na luta contra a pobreza.

A pandemia acentuou várias formas de desigualdade, nas quatro dimensões do desenvolvimento sustentável: económica, social, política e ambiental. Estas dimensões relacionam-se entre si, cruzam-se e sobrepõem-se, numa “teia” de fatores discriminatórios que resultam no aumento das restrições e privações de determinados grupos vulneráveis (mulheres e raparigas, crianças e pessoas com deficiência, migrantes e refugiados, idosos e pessoas com problemas de saúde, pobres e minorias étnicas, entre outros) e condições de vulnerabilidade (capacidade, rendimento, estatuto socioeconómico), consolidando e perpetuando as desigualdades.

Em 2022 para assinalar os 30 anos de vida da EAPN Portugal está previsto a organização de um Congresso Nacional composto por 4 Seminários temáticos, a realizar em 4 cidades do país. Este evento comemorativo contará com o Alto Patrocínio do Senhor Presidente da República e procurará envolver outras entidades oficiais como o Presidente da Assembleia da República, o primeiro-ministro, a Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e a Ministra da Saúde. Pretendemos com este evento trazer para a discussão pública a questão da pobreza e exclusão social, enquanto negação dos direitos humanos fundamentais e refletir sobre as diferentes dimensões que impactam e são impactadas pela condição de pobreza.

2022 vai ser um ano de grandes incertezas, quer devido à pandemia e aos seus efeitos ao nível da saúde, da economia e da sociedade no panorama mundial. Assistimos a cada vez mais assimetrias entre regiões do globo e com esta situação pandémica sabemos que ninguém pode ficar de fora. Os desequilíbrios que existem numa parte do globo irão influenciar mais tarde ou mias cedo todas as regiões. Por isso é que cada vez faz mais sentido falar em desenvolvimento sustentável, em coesão social e territorial. O modelo de desenvolvimento económico que assistimos até agora não é compatível com este novo paradigma. Precisamos pensar a sociedade como um todo onde as diversas partes assumem um compromisso de mudança. Assistimos todos os dias às consequências das alterações climáticas e o fenómeno das migrações e dos refugiados veio também modificar os equilíbrios geográficos, as disparidades territoriais, os grupos vulneráveis.

PARCEIROS

PROGRAMA

A LUTA CONTRA A POBREZA

EM PORTUGAL: DESAFIOS E

OPORTUNIDADES

VER PROGRAMA

TRABALHO, POBREZA

E DESIGUALDADES

VER PROGRAMA

O BINÓMIO SAÚDE E POBREZA:

UMA ANÁLISE DE CAUSALIDADE

VER PROGRAMA

O PAPEL DA ECONOMIA

NO COMBATE À POBREZA

VER PROGRAMA

A LUTA CONTRA A POBREZA

EM PORTUGAL: DESAFIOS E

OPORTUNIDADES

PROGRAMA COMPLETO
visualizar e descarregar
(formato pdf)

Programa

09:30

BOAS VINDAS

José Manuel Varejão

Presidente do Conselho Diretivo da FEP

Mons. Jardim Moreira

Presidente da Direção da EAPN Portugal

Fernando Paulo

Vereador do Pelouro da Educação e da Coesão Social

António Costa

Primeiro-Ministro de Portugal

10:30

APRESENTAÇÃO DO DOCUMENTO TEMÁTICO
EAPN PT

10:45

MESA REDONDA

MODERAÇÃO

Joaquim Franco

Jornalista TVI

ORADORES/COMENTADORES

Cidália Barriga

Conselho Nacional de Cidadãos

Carlos Farinha Rodrigues

Departamento de Economia, Lisbon School of Economics and Management – Universidade de Lisboa

Rute Guerra

Gabinete de Estratégia e Planeamento do MTSSS

Ana Cardoso

Centro de Estudos para a Intervenção Social

Francisco Assis

Conselho Económico e Social

TRABALHO, POBREZA

E DESIGUALDADES

PROGRAMA COMPLETO
visualizar e descarregar
(formato pdf)

Programa

09:30

BOAS VINDAS

Reitoria da Universidade de Aveiro

Mons. Jardim Moreira

Presidente da Direção da EAPN Portugal

Ribau Esteves

Presidente da CM de Aveiro

Ana Mendes Godinho

Ministra do Trabalho da Solidariedade e da Segurança Social

10:30

APRESENTAÇÃO DO DOCUMENTO TEMÁTICO
EAPN PT

10:45

MESA REDONDA

MODERAÇÃO

João Paulo Costa

Jornalista JN

ORADORES/COMENTADORES

Manuel Carvalho da Silva

CoLabor; CES

Francisco Rico

Conselho Nacional de Cidadãos

Ana Sofia Fernandes

Plataforma Portuguesa dos Direitos das Mulheres

Joaquim Pequicho

FENACERCI

Isabel Guerra

DINÂMIA’CET-IUL

O BINÓMIO SAÚDE E POBREZA:

UMA ANÁLISE DE CAUSALIDADE

PROGRAMA COMPLETO
visualizar e descarregar
(formato pdf)

Programa

09:30

BOAS VINDAS

Jorge Pedrosa

Vice-Presidente da Escola de Medicina da Universidade do Minho

Mons. Jardim Moreira

Presidente da Direção da EAPN Portugal

Ricardo Rio

Presidente da Câmara Municipal de Braga

Marta Temido (a confirmar)

Ministra da Saúde

10:30

APRESENTAÇÃO DO DOCUMENTO TEMÁTICO
EAPN PT

10:45

MESA REDONDA

MODERAÇÃO

Cecília Leão

Escola de Medicina da Universidade do Minho

ORADORES/COMENTADORES

Miguel Guimarães

Bastonário da Ordem dos Médicos

Teresa Costa Leão

Conselho Nacional de Saúde

João Bessa

Escola de Medicina da Universidade do Minho

Ana Jorge

Cruz Vermelha Portuguesa

Francisco Rico

Conselho Nacional de Cidadãos

O PAPEL DA ECONOMIA

NO COMBATE À POBREZA

PROGRAMA COMPLETO
visualizar e descarregar
(formato pdf)

Programa

14:00

BOAS VINDAS

Mons. Jardim Moreira

Presidente da Direção da EAPN Portugal

António Feijó (a confirmar)

Presidente da Fundação CG

Carlos Moedas (a confirmar)

Presidente da Câmara Municipal de Lisboa

António Costa e Silva (a confirmar)

Ministro da Economia e do Mar

Augusto Santos Silva

Presidente da Assembleia da República

15:00

APRESENTAÇÃO DO DOCUMENTO TEMÁTICO
EAPN PT

15:15

MESA REDONDA

MODERAÇÃO

Pedro Araújo

Jornalista do JN

ORADORES/COMENTADORES

António Mendonça

Bastonário da Ordem dos Economistas

Aurora Teixeira

Faculdade de Economia da Universidade do Porto

Carmen Pamplona

Conselho Nacional de Cidadãos

João Pedro Tavares

Presidente da ACEGE (Associação Cristã de Empresários e Gestores)

Susana Peralta

Business School

17:00

Encerramento do Congresso Nacional

S. Exa. Presidente da República
Marcelo Rebelo de Sousa

ORADORES

A LUTA CONTRA A POBREZA EM PORTUGAL: DESAFIOS E OPORTUNIDADES

Ana Cardoso

Ana Cardoso é formada em Sociologia e membro da equipa do CESIS – Centro de Estudos para a Intervenção Social – desde a sua constituição, no início dos anos 90 do século XX. No decorrer da sua actividade profissional tem participado em projetos de investigação dando origem a distintas publicações. Tem vindo a avaliar projetos e medidas de política e a coordenar equipas de projetos intervenção social. Tem, ainda, uma vasta experiência como formadora e como dinamizadora de processos de planeamento. Entre os temas em que se tem centrado o seu trabalho destaque-se:
Pobreza e exclusão social;
Pobreza urbana;
Política social;
Juventude e dinâmicas de exclusão/inclusão social;
Direitos da criança

António Costa

Primeiro Ministro de Portugal
António Costa nasceu em Lisboa em 1961.
É licenciado em Ciências Jurídico-Políticas pela Faculdade de Direito da Universidade Clássica de Lisboa, pós-graduado em Estudos Europeus pela Universidade Católica de Lisboa e advogado.
Foi Deputado à Assembleia da República entre 1991 e 2004.
Durante mais de dez anos, entre 1982 e 1993, foi membro da Assembleia Municipal de Lisboa e, entre 1993 e 1995, foi Vereador na Câmara Municipal de Loures.
Desempenhou funções de Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares no XIII Governo Constitucional, entre 1995 e 1997, e Ministro dos Assuntos Parlamentares, entre novembro de 1997 e outubro de 1999. Após essa data, de outubro de 1999 a abril de 2002, foi Ministro da Justiça da República Portuguesa.
Durante dois anos presidiu na Assembleia da República ao Grupo Parlamentar do Partido Socialista, de abril de 2002 a março de 2004 e, pouco tempo depois, rumou ao Parlamento Europeu onde foi Deputado entre junho de 2004 e março de 2005, tendo sido, durante esse período, Vice-Presidente do Parlamento Europeu.
No XVII Governo Constitucional, de março de 2005 a maio de 2007, foi Ministro de Estado e da Administração Interna.
Foi Presidente da Câmara Municipal de Lisboa durante oito anos, entre 1 de agosto de 2007 e 6 de abril de 2015.
No período entre 2010 e 2015 foi Membro do Comité das Regiões e assumiu ainda a Presidência do Conselho da Área Metropolitana de Lisboa de 4 novembro de 2013 a 6 de abril de 2015.
A nível partidário, António Costa é Secretário-Geral do Partido Socialista desde 22 de novembro de 2014.
Foi Primeiro-Ministro dos XXI e XXII Governos Constitucionais (2015-2019 e 2019-2022)

Carlos Farinha Rodrigues

Carlos Farinha Rodrigues é Professor Associado da Lisbon School of Economics and Management da Universidade de Lisboa (ISEG/UL) e investigador do Cemapre (Centro de Matemática Aplicada à Previsão e Decisão Económica) nas áreas de distribuição do rendimento, desigualdade, pobreza e políticas sociais. É membro da Direcção do Instituto de Políticas Públicas Thomas Jefferson-Correia da Serra e assessor do Instituto Nacional de Estatística nas áreas de distribuição do rendimento e das estatísticas das famílias. Membro da comissão de coordenação de preparação de uma proposta de Estratégia Nacional de Combate à Pobreza em Portugal. É consultor científico do Programa Proinfância promovido pela Fundação La Caixa dirigido a famílias com crianças em situação de pobreza e exclusão social. É coordenador científico em Portugal do projecto europeu “EUROMOD – Tax-benefit microsimulation model for the European Union”. Desde 2013 é coordenador do Mestrado em Economia e Políticas Públicas do ISEG – Universidade de Lisboa. Tem publicado diversos estudos sobre a distribuição do rendimento em Portugal, a desigualdade, a pobreza e a eficácia redistributiva das políticas públicas.
Entre as suas publicações mais recentes encontram-se os dois estudos sobre desigualdade e pobreza que coordenou para a Fundação Francisco Manuel dos Santos em 2013 (“Desigualdades Económicas em Portugal”) e em 2016 (”Desigualdade do Rendimento e Pobreza em Portugal: As Consequências Sociais do Programa de Ajustamento”), o estudo realizado para a OCDE em 2015, conjuntamente com Jens Arnold, (”Reducing inequality and poverty in Portugal”).

Cidália Barriga

Membro do Conselho Nacional de Cidadãos da EAPN Portugal e do Conselho Local de Cidadãos do distrito de Évora. Assume, a título voluntário, e enquanto representante da EAPN Portugal, a coordenação nacional do Encontro Europeu de Pessoas em Situação de Pobreza promovido pela EAPN Europa. É ainda Presidente da Mesa do Conselho Geral do Núcleo de Évora da EAPN Portugal.

Fernando Paulo

Professor. Licenciado em Filosofia – Ramo Educacional, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto; Pós-Graduado em Gestão Autárquica pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto; Curso de Especialização do Mestrado em Administração e Planificação da Educação pela Universidade Portucalense; Curso Sobre Abusos a Crianças e Jovens pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.
Atualmente é Vereador da Educação e da Coesão Social da Câmara Municipal do Porto.
Foi Vereador da Habitação e Coesão Social e da Educação da Câmara Municipal do Porto (2017 a 2021); Diretor Municipal da Presidência da Câmara Municipal do Porto(2014 a 2017); Vereador da Câmara Municipal de Gondomar, responsável pelos Pelouros da Educação, Ação Social, Saúde, Cultura, Desporto e Juventude, tendo também acumulado, cerca de dois anos, os Pelouros da Habitação, Recursos Humanos, Juntas de Freguesia, Programa Polis e Gabinete de Comunicação (1994-2013).
Foi Administrador de várias empresas, destacando-se a Águas do Douro e Paiva, SA, a NetDouro-Gestão de Infraestruturas e Telecomunicações, SA, a PRIMUS-Agência de Desenvolvimento Regional, SA, a Gondomar Coração de Ouro, EM e os SMAS – Serviços Municipalizados de Águas e Saneamento de Gondomar. No âmbito da atividade docente foi Professor do Ensino Secundário e em diversos Cursos de Pós-Graduação.

Francisco Assis

Francisco Assis nasceu em 1965 em Amarante e é licenciado em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. É Professor Convidado da Universidade Lusíada.
Foi Presidente da Câmara de Amarante de 1989 a 1995 e desde então ocupou vários cargos no Partido Socialista. Foi Deputado à Assembleia da República (de 1995 a 2002 e de 2009 a 2014), Presidente do Grupo Parlamentar Socialista (de 1997 a 2002 e de 2009 a 2011) e Deputado Europeu (de 2004 a 2009 e de 2014 a 2019). Atualmente é Presidente do Conselho Económico e Social.

José Manuel Varejão

Doutoramento em Economia pela Universidade do Porto (2001).
Professor Associado de Economia da Universidade do Porto (desde 2007).
Coordenador Científico do Centro de Economia e Finanças da Universidade do Porto (2010-2013).
Áreas de investigação: Economia do Trabalho.

Mons. Jardim Moreira

Agostinho Jardim Moreira, é Presidente da Direção da EAPN Portugal desde a sua criação, em 1991. Acumula esta função com o exercício do sacerdócio em duas paróquias do Centro Histórico do Porto: São Nicolau e Nossa Senhora da Vitória.
Recebeu recentemente o título eclesiástico de Monsenhor, conferido pelo Papa Francisco, nomeação que é fruto da sua disponibilidade e compromisso para com a vida pastoral da Igreja.
Foi desde sempre um grande defensor dos direitos humanos. Move-o a luta pela dignidade humana, pela defesa do ser humano como ser integral e a determinação de trabalhar em prol dos mais desfavorecidos.

Rute Guerra

Licenciada em Sociologia pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) da Universidade Nova de Lisboa (UNL) – (Setembro 1994). – Mestre em Economia e Sociologia Históricas (FCSH -UNL), com a tese ‘Construção das taxinomias estatísticas para a apreensão da realidade socioprofissional’ – (Outubro 2002). – Diplomada com o Programa de Formação em Gestão Pública, pelo ISCTE — Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE -IUL) – (Junho 2010). ATIVIDADE PROFISSIONAL: – Exerce, desde fevereiro de 2016, o cargo de Subdiretora -geral do Gabinete de Estratégia e Planeamento do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (GEP).

TRABALHO, POBREZA E DESIGUALDADES

Ana Mendes Godinho

Nasceu em 1972, é casada, tem três filhos.
É Licenciada em Direito.
Foi Secretária de Estado do Turismo de 2015 a 2019.
Foi diretora dos Serviços de Apoio à Atividade Inspetiva da Autoridade para as Condições do Trabalho.
Foi coordenadora do Curso de Pós-graduação de Direito do Turismo na Faculdade de Direito de Lisboa.
Foi Vice-Presidente do Turismo de Portugal I.P..
Foi Vice-Presidente do Conselho Geral do Fundo Imobiliário Especial de Apoio às Empresas.
Foi representante de Portugal no Comité Técnico da ISO/Turismo.
Foi Administradora da Turismo Capital, SCR, SA, e da Turismo Fundos, SGFII, SA.
Foi membro do Conselho Consultivo da Fundação Inatel.
Foi chefe do gabinete do Secretário de Estado do Turismo do XVII Governo Constitucional
Inspetora do Trabalho e consultora jurídica da Direção-Geral do Turismo.

Ana Sofia Fernandes

Presidente da Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres (PpDM), a maior organização da sociedade civil portuguesa na área dos direitos humanos das mulheres e da promoção da igualdade entre mulheres e homens. Foi Vice-Presidente do Lobby Europeu das Mulheres, a maior plataforma de ONGM de mulheres na Europa, entre Junho 2019 e Junho 2021. É Conselheira no Conselho Económico e Social Português (CES) e membro do grupo de referência global da União Europeia / Nações Unidas no âmbito da Iniciativa “Spotlight”.
É licenciada em Relações Internacionais e pós-graduada em Relações Internacionais e em Desenvolvimento e Cooperação Internacional.
A sua experiência inclui o exercício de funções no EIGE – Instituto Europeu para a Igualdade de Género, num Gabinete Ministerial, no âmbito da Presidência Portuguesa da União Europeia em 2007, no Gabinete do Alto-Comissário para as Migrações, e no Instituto de Gestão do Fundo Social Europeu.
Na área associativa foi cofundadora da Rede Portuguesa de Jovens para a Igualdade de Oportunidades entre Mulheres e Homens – e da EOS – Associação de Estudos, Cooperação e Desenvolvimento.
Na PpDM, trabalha pela eliminação de todas as formas de discriminação contra as mulheres, tal como previsto na Convenção CEDAW, adotada em 1979 pela Assembleia Geral da ONU, ratificada em Portugal em 1980, e considerada a Carta dos Direitos Humanos das Mulheres.

Isabel Guerra

Professora Agregada Reformada do Instituto Universitário de Lisboa (IUL/ISCTE), docente nas disciplinas de Sociologia Urbana, Sociologia Territorial, Métodos e Técnicas de Avaliação e Planeamento. Ex-Professora Universitária da Universidade Católica de Lisboa (UCP). Possui um longo currículo de investigação principalmente em sociologia urbana, habitação, educação, políticas sociais e exclusão social. Membro da Direção do Centro de Investigação em Mudança Sócio-Económica e Territorial (DINÂMIA’CET-IUL) desde 1982, onde continua a desenvolver investigação. As suas áreas de atuação são as áreas urbana e social questões, nomeadamente o planeamento, desenvolvimento social urbano, habitação social, estratégias de stakeholders em contexto de mudança social e exclusão social. Tem experiência profissional em planeamento e planeamento estratégico a nível regional e municipal, na área da habitação nomeadamente na análise de necessidades habitacionais, políticas habitacionais e planos regionais de habitação.

Joaquim Ascenção Pequicho

Joaquim Ascensão Pequicho nasceu em 1973, na Nazaré. é licenciado em Sociologia na área da Exclusão Social, com Mestrado em Gestão e pós graduações em Economia Social e em Direito e Investimento Social.
Na área da Economia Social é presidente de uma Cooperativa de Solidariedade Social (CERCINA) e Administrador Executivo da FENACERCI, entidade federativa do movimento CERCI’s.
Assume a Direção Executiva da estrutura de cúpula (CONFECOOP) do setor cooperativo, com especial relevância na área do Compromisso de Cooperação que regula a relação entre o estado e as entidades do setor social e solidário.
É membro da Direção da organização europeia (ARFIE) que desenvolve investigação e formação dirigida aos profissionais que trabalham em organizações na área da deficiência.
Assume em 2022 a presidência da Direção da ADEPE – Associação de Desenvolvimento de Peniche que tem a seu encargo o Grupo de Ação Local Pesca Oeste – GAL Pesca Oeste, responsável pela gestão e dinamização da Estratégia de Desenvolvimento Local de Base Comunitária Costeira-EDLBC na região Oeste.

Manuel Carvalho da Silva

Manuel Carvalho da Silva foi operário eletricista, planificador de trabalho, sindicalista, coordenador e secretário-geral da CGTP-Intersindical Nacional entre 1986 e 2012. Licenciado e doutorado em Sociologia pelo ISCTE-IUL, é coordenador do Laboratório Colaborativo para o Trabalho, Emprego e Proteção Social (CoLABOR) e do polo de Lisboa do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. Foi Professor Catedrático convidado da Universidade Lusófona e Vice-Presidente do Conselho Geral da Universidade do Minho. É Membro do Conselho Técnico-Científico da Escola Superior de Saúde do Alcoitão, do Conselho Científico-Estratégico da ANESPO e do Conselho Institucional da Sta Casa da Misericórdia de Lisboa. Autor de vários livros e capítulos de livros e de centenas de artigos sobre temas como o trabalho, o emprego, o sindicalismo, o Estado Social, a Europa, a globalização. Tem ampla participação no debate público e no debate académico sobre estes temas.

Ribau Esteves

Licenciou-se em Engenharia Zootécnica na UTAD/Vila Real no período 1985/1990, tendo desempenhado funções de Diretor Comercial da empresa Purina Portugal entre 1991 e 1997.
Militante do PSD, foi deputado à Assembleia da República na VI legislatura.
Em 1998, assume a Presidência da Câmara Municipal de Ílhavo. Foi Presidente desta autarquia durante 15 anos, até 2013.
Foi Secretário-Geral do PSD com Luís Filipe Menezes, eleito no XXX Congresso Nacional do PSD que se realizou em Torres Vedras, nos dias 12, 13 e 14 de outubro de 2007, sucedendo a Miguel Macedo. É sucedido por Luis Marques Guedes no XXXI Congresso do Partido.
Em 2013, foi eleito Presidente da Câmara Municipal de Aveiro.

O BINÓMIO SAÚDE E POBREZA: UMA ANÁLISE DE CAUSALIDADE

Ana Jorge

Ana Maria Teodoro Jorge nasceu na Lourinhã a 23 de setembro de 1949, é Médica Pediatra e exerceu o cargo de Ministra da Saúde dos XVII e XVIII Governos Constitucionais de Portugal.
Licenciada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, é especialista em Pediatria Médica (1984).
Presentemente exerce os cargos de: Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa; Presidente do Conselho Geral da Universidade do Algarve, eleita em 2021; Presidente do Conselho do Instituto de Higiene e Medicina Tropical (2015-2019 e reeleita em 2019); Membro do Conselho Superior da ProChild desde 2020; Presidente da Comissão Nacional dos Hospitais Amigos dos Bebés, UNICEF, desde 2012; Presidente da Associação Portuguesa de Música nos Hospitais e Instituições de Solidariedade, desde 2004.
Percurso profissional: Desempenhou os cargos de Coordenadora da Unidade de Missão do Hospital da Estrela da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (2016-2021); Presidente do Centro Garcia de Orta, Formação, Ensino e Investigação (2012 -2019); Presidente da Comissão de Humanização do Hospital Garcia de Orta (2012-2019); Diretora Clínica da Unidade de Cuidados Continuados da Liga Amigos do Hospital Garcia de Orta (2013-2015); Diretora do Serviço de Pediatria do Hospital Garcia de Orta (1996 e 2001 – 2008); Presidente do Conselho de Administração da ARS Lisboa e Vale do Tejo (1996 – 2000); Presidente da Comissão de Ética do Hospital Garcia de Orta (2003 – 2008); Membro da Direção do Colégio de Pediatria Médica da Ordem dos Médicos (1993-1998); Membro da Direção Nacional da Liga Portuguesa contra a Epilepsia (1987-1994); Membro da Direção da secção de Desenvolvimento da Sociedade de Pediatria (1994-1997); Integrou os Grupos de trabalho dos Ministérios de Educação e Segurança Social para a problemática da intervenção precoce (1994-1996) e 2005-2007; Assistente da Escola Nacional de Saúde Publica (Saúde Materna, Infantil, Escolar e Adolescentes (1985-1992); Ministra da Saúde dos XVII e XVIII Governos Constitucionais e Deputada à Assembleia da República de junho a dezembro de 2011.

Cecília Leão

Professora Emérita da Escola de Medicina da UMinho (desde 2019).
Licenciada em Biologia pela Universidade do Porto, doutorada em Biologia/Microbiologia pela Universidade do Minho (UMinho).
Docente na UMinho desde 1976, professora catedrática desde 1994, ocupando, de 2010 a 2017, o lugar de Presidente da Escola de Medicina (anteriormente, até dezembro de 2016, designada por Escola de Ciências da Saúde).
Vice-Reitora da UMinho, de 1998 a 2002, com responsabilidade nos pelouros da Investigação, Pós-graduação e da implementação da Escola de Ciências da Saúde.
Desenvolveu investigação nas áreas da Microbiologia e Ciências da Saúde, sendo autora ou coautora de mais de uma centena de publicações em revistas da especialidade, conferências internacionais e capítulos de livros. Membro da Academia de Ciências de Lisboa, Secção – Ciências Biológicas, desde 2009.
Membro da Comissão de Ética da UMinho e presidente da Subcomissão de Ética para as Ciências da Vida e da Saúde da UMinho, 2012-2017. Presidente da Comissão de Ética para a Investigação em Ciências da Vida e da Saúde do Conselho de Ética da UMinho, desde 2017.
Coordenadora (desde 2018) da Cátedra Alumni Medicina – Professor Pinto Machado, que apoia a inovação e investigação na área das Humanidades em Medicina.

João Bessa

Docente da Escola de Medicina e coordenador do domínio de Neurociências do ICVS, presidente eleito da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental desde março de 2020.
No seu mandato, durante o triénio de 2023-2025, João Bessa planeia promover a participação e renovação da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental, desenvolver iniciativas inovadoras de formação clínica, impulsionar a investigação clínica e fundamental em Psiquiatria, potenciando a interação com sociedades científicas nacionais e internacionais e promovendo a proximidade com a sociedade civil.

Marta Temido

Marta Alexandra Fartura Braga Temido de Almeida Simões nasceu em Coimbra em 1974.
É Doutorada em Saúde Internacional, pelo Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade Nova de Lisboa, detendo um Mestrado em Gestão e Economia da Saúde, pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, e Licenciatura em Direito, pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.
Especializada em Administração Hospitalar pela Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade Nova de Lisboa, exercia os cargos de sub-diretora do Instituto de Higiene e Medicina Tropical da UNL e de Presidente não executiva do conselho de administração do Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa antes de assumir funções no XXI Governo. Entre 2016 e 2017, foi presidente do conselho diretivo da Administração Central do Sistema de Saúde.
Exerceu responsabilidades de administração e gestão em diversos hospitais do Serviço Nacional de Saúde, assim como em outras entidades do setor, nomeadamente na Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares, cuja direção presidiu entre 2013 e 2015. Integrou, ainda, os conselhos consultivos do Grupo de Ativistas pelo Tratamento (GAT) e do Instituto de Higiene e Medicina Tropical, tendo desempenhado atividade de docência em várias instituições na área da saúde. É autora e co-autora de publicações científicas no âmbito da saúde.

Miguel Guimarães

José Miguel Ribeiro de Castro Guimarães, 55 anos, médico urologista do Centro Hospitalar São João (CHSJ) foi eleito bastonário da Ordem dos Médicos.
Natural do Porto, Miguel Guimarães é Licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e tornou-se especialista em Urologia, em 1997, no, então, Hospital São João, com mais de 19 valores.
Tendo sido Presidente do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos desde 2011 até esta parte, contribuiu muito para a formação de jovens médicos e colaborou na formação profissional e desenvolvimento contínuo de médicos de Medicina Geral e Familiar, nos distritos de Viana do Castelo e Porto. Em 2005 obteve a Competência em Gestão dos Serviços da Saúde da Ordem dos Médicos
Miguel Guimarães organizou mais de 30 reuniões científicas e profissionais e como investigador publicou mais de uma centena de trabalhos de investigação em revistas nacionais e internacionais, na área da Urologia.

Ricardo Rio

RICARDO RIO nasceu em Braga, em 1972. Licenciou-se em Economia pela Faculdade de Economia do Porto, onde completou também a parte curricular do Mestrado em Economia. Concluiu ainda o Curso Avançado de Estudos Políticos do IEP, da Universidade Católica de Lisboa.
Foi Secretário-Geral da Associação Portuguesa de Analistas Financeiros e Diretor do Instituto Mercado de Capitais da Euronext Lisbon. Em paralelo, exerceu durante vários anos a atividade de consultadoria pública e empresarial, tendo sido consultor em diversos Programas da Porto Business School.
A nível de cargos públicos, Ricardo Rio foi vereador na Câmara Municipal de Braga desde 2005. Foi membro da Assembleia Municipal de Braga, no mandato de 2001 a 2005. Assumiu funções como Presidente da Câmara Municipal de Braga desde 2013. Atualmente é Presidente da Direção da Associação transfronteiriça de municípios “Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular”, é Presidente do Conselho Executivo da Comunidade Intermunicipal do Cávado e preside aos Conselhos de Administração das Empresas Municipais Theatro Circo e InvestBraga. É membro do Comité Executivo da rede EUROCITIES e do Comité Executivo do Global Parliament of Mayors, do Comité das Regiões e da direção da ATP (Associação de Turismo do Porto).

Teresa Costa Leão

Teresa Leão, médica (2010, NOVA Medical School) e especialista em Saúde Pública (2019), é mestre em Saúde Pública (2015, Escola Nacional de Saúde Pública), e doutorada em Saúde Pública (2019, Escola Nacional de Saúde Pública).
É Professora Auxiliar na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e perita no Conselho Nacional de Saúde. Foi investigadora no projeto SILNE-R (Horizonte 2020), realizando avaliação económica de políticas de controlo de tabaco, e consultora no WHO European Office for Investment for Health and Development na área de equidade em saúde. Tem vindo a estudar os determinantes sociais e as desigualdades socioeconómicas em saúde, assim como as políticas sociais e de saúde, combinando métodos quantitativos e qualitativos. Coordena o Laboratório de Políticas e Saúde do ITR (Laboratório associado para a Investigação Integrativa e Translacional em Saúde Populacional).

O PAPEL DA ECONOMIA NO COMBATE À POBREZA

António Feijó

Professor Catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
Foi Diretor da Faculdade de Letras e é, atualmente, Pró-Reitor da Universidade de Lisboa. É diretor da Imprensa da Universidade de Lisboa.
PhD (Literatura Inglesa e Norte-Americana) Brown University; MA (Literatura Inglesa e Norte-Americana) State University of New York.
Tem publicações sobre tópicos de literatura inglesa, norte-americana e portuguesa, bem como traduções e versões dramatúrgicas (Shakespeare, Otway e Fernando Pessoa, entre outros).
Em 2015, publicou Uma Admiração Pastoril pelo Diabo (Pessoa e Pascoaes), Imprensa-Nacional Casa da Moeda. Em 2016, publicou uma versão levemente alterada da sua tradução de Hamlet, de Shakespeare. Em 2017 publicou, com Miguel Tamen, A Universidade como deve ser (Fundação Francisco Manuel dos Santos).
Comissariou exposições sobre literatura (Fundação Calouste Gulbenkian 2008) e Fundação Cupertino de Miranda (2018, em colaboração).
Foi presidente do Conselho Geral Independente da RTP.
É Diretor Não-Executivo da Fundação da Casa de Mateus.
É Administrador não executivo da Fundação Calouste Gulbenkian desde 2018.

António José da Costa Silva

António José da Costa Silva (Nova Sintra, 23 de novembro de 1952) é um engenheiro, professor universitário e gestor português. Foi, entre 2003 e 2021, presidente da Comissão Executiva da Partex Oil and Gas, empresa petrolífera detida até 2019 pela Fundação Gulbenkian.
Em 2020, foi convidado pelo Governo português para delinear o plano de recuperação económica do país após a crise provocada pela Pandemia de COVID-19 em Portugal.
A 30 de março de 2022, foi nomeado ministro da Economia e do Mar do XXIII Governo Constitucional.

António Mendonça

É licenciado em Economia pelo Instituto Superior de Economia (atual ISEG) em 1976, doutorando-se em Economia no mesmo instituto em 1987, também exerce a atividade de professor associado do departamento de Economia do ISEG. António Mendonça, tem interesse académico em áreas como a teoria económica, a economia internacional e a economia financeira internacional. É ainda presidente do CEDIN – Centro de Estudos de Economia Europeia e Internacional do ISEG e coordenador científico do mestrado e do curso de Pós-graduação em Estudos Europeus.
Além da carreira universitária em Portugal, tem uma vasta experiência universitária no exterior, tendo sido professor convidado da Faculdade de Direito, de Economia e Gestão da Universidade de Orléans, em França, da Universidade Federal Fluminense e da Universidade Federal da Paraíba, no Brasil.
Foi nomeado Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações do XVIII Governo Constitucional de Portugal, em Outubro de 2009, exercendo o cargo até Junho de 2011.
Em dezembro de 2021, foi eleito bastonário da Ordem dos Economistas para o mandato 2022-2025.

Aurora Teixeira

Aurora A.C. Teixeira é professora catedrática na Universidade do Porto, onde leciona as Cadeiras de Macroeconomia e Gestão da Inovação. É Vice-Presidente do Conselho Científico da FEP, da Faculdade de Economia e Gestão da Universidade do Porto e membro do Conselho Geral da Universidade do Porto. Doutorou-se na SPRU – Science Policy Research Unit (University of Sussex, Reino Unido), e foi académica no IC2, Texas Austin University (EUA) e na Universidade Bocconi (Itália). É membro do conselho editorial do Journal of Academic Ethics (Springer).

Carlos Moedas

O último ano do percurso universitário foi feito na École Nationale des Ponts et Chaussées de Paris (1993). Em 1998, foi para os E.U.A onde ingressou na Universidade de Harvard e obteve um Master in Business Administration (1998/2000). Começou a sua carreira no grupo Suez Lyonnaise des Eaux, em França, onde viveu cinco anos. Trabalhou vários anos na City, nomeadamente no banco de investimento Goldman Sachs.
Em 2004, regressa a Portugal para chefiar a empresa Aguirre Newman, onde foi também membro da Comissão Executiva do Grupo, em Espanha. Em 2008, criou a sua própria empresa de gestão de investimentos.
Em 2011, foi eleito deputado pelo círculo de Beja e tornou-se Secretário de Estado Adjunto do Primeiro-Ministro do XIX Governo Constitucional, com responsabilidade pela coordenação do programa de ajustamento. Em 2014, foi nomeado pelo Primeiro-Ministro para membro da Comissão Europeia. É o comissário responsável pela Investigação, Inovação e Ciência gerindo um dos maiores programas de ciência e inovação do mundo (77 mil milhões de euros). Foi o arquiteto da proposta para um futuro programa Horizonte Europa de 100 mil milhões de euros, que entrará em vigor em 2021. É o quinto membro da comissão europeia de nacionalidade portuguesa desde a entrada de Portugal em 1986, na então CEE.
Em 2019, entrou como administrador da Fundação Calouste Gulbenkian. É também vice-presidente do Instituto Jacques Delors em Paris.
Foi co-autor de várias publicações na área da Inovação e Ciência destacando-se o artigo “Open Innovation: Research, Practices and Policies” na prestigiada California Management Review, co-assinado com o criador do conceito de Open Innovation Henry Chesbrough.
Em 2014, foi eleito o mais jovem membro da Academia de Engenharia de Portugal. É também membro honorário da Academia de Ciência Africana. Em 2016, recebeu um Doutoramento Honoris Causa em Direito pela Universidade de Cork na Irlanda, e em 2018 o Doutoramento Honoris Causa da ESCP Europe (École Supérieure de Commerce de Paris).
A 26 de setembro de 2021, Carlos Moedas foi eleito Presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

João Pedro Tavares

Licenciado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico e pós-graduado em Gestão Financeira pela Universidade Católica Portuguesa. Atual Vice-Presidente da consultora Accenture, Presidente da ACEGE (Associação Cristã de Empresários e Gestores) e membro do Grupo fundador dos CnE (Grupos Cristo na Empresa). Pertence ao Conselho Consultivo do Programa de Desenvolvimento Humano da Fundação Calouste Gulbenkian e membro do Conselho Estratégico do IES (Social Business School).

Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo Rebelo de Sousa nasceu em Lisboa, a 12 de dezembro de 1948. É católico, tem 2 filhos e 5 netos.
Licenciado em Direito, doutorou-se em Ciências Jurídico-Políticas em 1984. Foi Professor Catedrático na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, tendo lecionado, ao longo da sua carreira, em diversas instituições de ensino superior, em Portugal e no estrangeiro.
Foi jornalista, tendo dirigido o Jornal Expresso, entre 1980 e 1983, e colaborado com o Jornal Semanário, de 1983 a 1987. Posteriormente, participou na comunicação social como comentador político na rádio TSF e, mais tarde, nas televisões, RTP e TVI.
Colabora com diversas associações e instituições cívicas e do setor social como fundador, patrono, dirigente ou simplesmente como voluntário.
Exerceu o mandato de deputado à Assembleia Constituinte em 1976. Fez parte do VIII Governo Constitucional como Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros e, mais tarde, como Ministro dos Assuntos Parlamentares.
Militou no PSD desde a sua fundação e foi seu presidente entre 1996 e 1999, tendo contribuído decisivamente para a estabilidade governativa, enquanto líder da oposição. No plano internacional, promoveu a adesão do PSD ao Partido Popular Europeu no qual chegou a ocupar o cargo de Vice-Presidente.
Desempenhou diversos cargos em autarquias locais, foi Deputado Municipal, Deputado Metropolitano, Vereador e Presidente da Assembleia Municipal dos Concelhos de Cascais, Lisboa e Celorico de Basto.
Foi eleito Presidente da República, pela primeira vez, a 24 de janeiro de 2016 tendo tomado posse a 9 de março.
Foi reeleito para um segundo mandato a 24 de janeiro de 2021 e tomou posse a 9 de março do mesmo ano.

Susana Peralta

Susana Peralta tem um doutoramento em economia da Université catholique de Louvain, na Bélgica. Tem investigação publicada em temas de federalismo fiscal, economia política e concorrência fiscal, em revistas da especialidade, incluindo The Economic Journal, Journal of Public Economics, Journal of Public Economic Theory, Journal of International Economics, Regional Science and Urban Economics, e Journal of Urban Economics. É Professora Associada, com agregação, na Nova School of Business and Economics, à qual se juntou em 2004. Ensina ou ensinou Economia Pública, Teoria dos Jogos, Economia da Pobreza, Microeconomia. Já foi diretora académica do Mestrado em Economia, do Mestrado de Investigação em Economia, e do Doutoramento em Economia na Nova SBE. Faz parte do Comité de Coordenação do Doutoramento em Economia.

RECURSOS

Documento temático #1

A LUTA CONTRA A POBREZA EM PORTUGAL: DESAFIOS E OPORTUNIDADES

Visualizar e descarregar
(formato pdf)

Documento temático #2

TRABALHO, POBREZA
E DESIGUALDADES

Brevemente disponível

Documento temático #3

ACESSO À SAÚDE NO COMBATE
À POBREZA E DESIGUALDADE

Brevemente disponível

Documento temático #4

O PAPEL DA ECONOMIA
NO COMBATE À POBREZA

Brevemente disponível

CONTACTOS / INSCRIÇÕES

Telefone

T +351 225 420 800

Morada

EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza
Rua de Costa Cabral, 2368
4200 – 218 Porto

Inscrições / Mensagem

Contacto/inscrição
Todos os eventos são presenciais,
sem transmissão online
Nome
Nome
Assunto